Dúvidas

Qual a sua dúvida?
A resposta pode estar aqui!

O Rio Araguaia é conhecido por ser um dos mais piscosos do planeta. Corta o Estado de Goiás e faz divisa natural com Mato Grosso, Pará e Tocantins. Sua vastidão atrai pescadores de todo o mundo, que vão até lá por causa da grande variedade de cobiçadas espécies, como cacharas, piraíbas, tucunarés-azuis, pirararas, surubins-chicotes, pirarucus, pintados, aruanãs, apapás, cachorras, matrinxãs e bicudas.

Com 2.630 km, a maior parte navegável, o Rio Araguaia atrai praticantes de pesca amadora de todo o país e turistas do Centro-Oeste, que buscam as praias de areias claras e observam a fauna local passeando em pequenas embarcações. Na metade do seu percurso, antes de desaguar no Rio Tocantins, o Araguaia se divide em dois braços que se reencontram 500 km ao norte, formando a Ilha do Bananal – maior ilha fluvial do mundo, com 20 mil km². Dentro dela, fica o Parque Nacional do Araguaia.

Normas de convivência com o Rio Araguaia

Na instalação de acampamentos não use recursos vegetais da região. Use estruturas metálicas, bambu e madeira beneficiada; Todo material do acampamento deverá ser retirado no final da temporada, deixando a praia limpa; O lixo deverá ser separado. Enterre o orgânico no barranco longe da margem do rio;

O lixo reciclável (plásticos, papéis, latas, vidros) deverá ser levado de volta ou depositado em locais determinados. Nunca o deixe nas margens das rodovias;

Na construção de sanitários, use material degradável no escoramento da fossa (balaios, caixotes, trançados de palha, tábuas, bambus, etc.). Não é permitido o uso de tambores;

É proibida a prática de cimentados nas praias e margens do rio;

Não use foguetes e fogos de artifícios, pois afugentam os animais e podem provocar incêndios; Instale abafadores nos motores geradores a fim de diminuir a poluição sonora e desligue-os sempre que possível;

Pesque somente com linha de mão, caniço ou molinete. Não use material predatório. Obedeça à Lei de Pesca;

Caçar é crime. Não mate nem aprisione animais silvestres; O acampamento deve ter identificação através de faixas ou placas.

SAÚDE : É recomendado pelo Ministério da Saúde a todos que irão exercer atividade em área de mata (ecoturismo, pesca, desmatamento, etc) procure uma unidade básica de saúde e vacine-se contra a Febre Amarela 10 dias antes da viagem.





Luiz Alves fica às margens do Rio Araguaia, em um de seus pontos de maior beleza, ao norte do Estado de Goiás. Localiza-se a 530 km de Goiânia, 568 km de Brasília e a 1452 km de São Paulo.

É um dos importantes pontos turísticos localizados na parte goiana do Araguaia, com acesso através de São Miguel do Araguaia, de onde dista exatos 45km, já inteiramente pavimentados. Considerado o paraíso do pescador esportivo, dado sua proximidade com os excelentes locais de pesca ao longo da ilha do Bananal, o acesso ao Lagoão, à barra do rio Crixás-açú e a região do Cristalino, atrativos dos quais está relativamente próxima.

Possui boa infraestrutura com hotéis e pousadas, bem como serviços de utilidade, tais como locação de canoas, guias de pesca (piloteiros), fábrica de gelo, supermercados, farmácia, terminal de autoatendimento da Caixa Econômica Federal (em um Supermercado local), postos de saúde e polícia. Telefonia celular (apenas operadora Vivo) e acesso a Internet (via rádio) também são possíveis no povoado.

No mês de julho, tradicionalmente, oferece a chamada Temporada de Férias do Araguaia, com diversos eventos esportivos, camping, shows e outros atrativos, nas extensas e brancas praias que se formam no rio.



A Pousada Canoeiros está localizada em Luiz Alves – GO. Encontra-se a 530km de Goiânia, 568 km de Brasília e 1.425 km de São Paulo. Vindo das regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste do Brasil , por vias terrestre ou aérea a melhor opção é Goiânia, a partir desse trecho há 02 meios de transportes, fretamento aéreo ou terrestre.

Das regiões Norte e Nordeste, por via terrestre o recomendado é a BR-153 (via Porangatu-GO) e depois BR-080 até a cidade de São Miguel do Araguaia.

Para os que possuem avião particular, a pista de pouso de Luiz Alves é de 900m de extensão de cascalho, com as seguintes coordenadas: S13°12’51”, W50°34’01”, elevação 744 pés. Aproximação pela cabeceira21, com ressalva para uma rede de alta tensão a500m, bem sinalizada, altitude de 12 a 14m do chão. Já a pista de São Miguel do Araguaia-GO possui 1.500m de extensão asfaltada, homologada pelo DAC. É o ponto de abastecimento de aeronaves do tipo avgas(gasolina) e Jet A1(querosene) o mais próximo de Luiz Alves, com as seguintes coordenadas S13°20’02”, W50°12’21”.

Outra opção, mais econômica, é o transporte rodoviário comercial, ônibus com capacidade para 42 passageiros, operado pela Viação Araguarina, com 02 saídas diárias do Terminal Rodoviário de Goiânia, às 09:00h e às 23:59h, com custo médio de R$135,00, com duração média de 06h, o ponto final é São Miguel do Araguaia, nesse ponto pega-se um táxi para chegar até a Pousada Canoeiros – Luiz Alves , com duração de 40min.



Personalizamos os pacotes de acordo com a necessidade de cada cliente, desde básico ao mais complexo.



É imprescindível a licença para pesca embarcada, conforme legislação ambiental vigente. Estão isentos do pagamento de taxa de licença de pesca, sendo obrigatória a retirada da licença, aposentados, maiores de 65 anos (homens) e 60 anos (mulheres), indígenas, quilombolas e menores de 18 anos. http://pndpa.mdic.gov.br/pndpa/web/pesca_amadora.php



A portaria que estipula tamanho mínimo e máximo permitidos de captura e consumo local, para portadores de licença de pesca, (conforme tabela de medidas abaixo) conforme espécie protegidas por Lei que abrange a Bacia Hidrográfica Araguaia-Tocantins. A nova instrução não prevê o transporte de peixes.

As espécies proibidas de captura e transporte são: Bargada, Jaú, Jurupoca, Mandi-moela, Piranambú (sorubim-de-canal), Pirapitinga do Sul, Piraíba (Filhote, Piratinga), Pirarara, Pirarucu (Pirosca) e Rubinho.

A quantidade do pescado permitido para consumir no local, é a porção que a pessoa consegue consumir sem desperdício. A consiência de cada encontrará com bonsenso. Seja Feliz e Preserve a natureza.
Fonte: Considerando a disposto na Lei estadual n.13.025 de 13 de janeiro de 1997, que dispõe sobre a pesca, agricultura e proteção da fauna aquática; alterada pela Lei Estadual 15.894 de 12 de dezembro de 2006 e pela Lei 17.985 de 22 de fevereiro de 2013, que "Dispõe sobre a COTA ZERO de transporte para pesca no Estado de Góiás", publicada no diário Oficial em 10/04/2013.


TAMANHOS MÍNIMOS E MÁXIMOS PERMITIDOS DE CAPTURA E CONSUMO LOCAL

Nome Popular / Tamanho Mínimo e Máximo


Bicuda (Buolengerella cuvieri)
min 40 cm / max 55 cm

Traíra (Hoplias aff. malabaricus)
min 30 cm / max 40 cm

Piau-vara (Schizodon vittatus)
min 25 cm / max 30 cm

Piau-três-pintas (Leporinus friderici)
min 25 cm / max 30 cm

Mandi-prata (Pimelodus blochii)
min 15 cm / max 20 cm

Cachorra-facão (Rhaphiodon vulpinus)
min 35 cm / max 50 cm

Bico-de-pato (Sorubim lima)
min 30 cm / max 35 cm

Tucunaré-azul (Cichla piquiti)
min 30 cm / max 50 cm

Tucunaré-Pitanga (Cichla Kelberi)
min. 30 cm / max. 40 cm

Sorubim-cachara / Pintado (Pseudopletystoma fasciatum)
min 60 cm / max 80 cm


Piau-flamengo (Leporinus affinis)
min 20 cm / max 25 cm

Piau-cabeça-gorda (leporinus trifasciatus)
min 25 cm / max 35 cm

Pescada (Pachyurus schomburgkii)
min 30 cm / max 40 cm

Matrinchã (Brycon gouldingi)
min 30 cm / max 35 cm

Pacu (Myleus spp. mylossoma spp. Myloplus spp.)
min 15 cm / max 20 cm

Mandubé, Palmito, Boca-larga (Ageneiosus inermis)
min 30 cm / max 35 cm

Jaú (Zungaro zungaro)
proibido captura e transporte

Dourada-de-escama / Apapá (Pellona castelnaena)
min 40 cm / max 55 cm

Corvina (plagioscion squamosissimus),
min 30 cm / max 40 cm

Tubarana / Tabarana (Salminus hilarii)
min 30 cm / max 40 cm

Caranha / Pirapitinga / Pacu-caranha (Piaractus brachypomus)
min 25 cm / max 40 cm

Cachorra-larga (Hydrolycus armatus)
min 40 cm / max 55 cm

Bargada (Sorubimichthys planiceps)
proibido captura e transporte

Barbado (Pinirampus pirinampu)
min 50 cm / max 65 cm

Aruanã (Osteoglossum bicirrhosum)
min 50 cm / max 65 cm


A temporada tem início sempre em 01/03 e encerra 31/10. De novembro a fevereiro, período da Piracema a Pousada Canoeiros permanece fechada.





De acordo com a lei 17.985 de fevereiro de 2013, fica estabelecida a cota zero para efeito de transporte do peixe capturado, permitindo, apenas, o consumo pelos participantes, no local de realização da pesca.

https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=253181





Aruanã, Barbado, Bargada, Bicuda, Cachorra-Larga, Caranha, Corvina, Dourada, Mandubé, Matrinchã, Piau, Pintado (Cachara), Pirarara, Piraíba, Pirarucu, Tucunaré Azul.





Ideal máximo de quatro varas por pessoa, normalmente um pouco mais grossas  principalmente para a pesca de Pirararas e Piraíbas.

Mandubé (Palmito), Pintado (Cachara), Caranha, Dourada (Apapá)

Varas de 15 a 50 libras
Linha monofilamento de 0,45 mm
Chumbadas pequenas e médias (25 a 100 gramas)
Anzóis de 4, 5, 6, 7/0 encastoados com cabos flexíveis, de 45 a 60 libras, 20 cm de comprimento e giradores.
Iscas naturais capturadas no local

Tucunaré e Aruanã

Linhas, varas e carretilhas ou molinetes ao gosto de cada pescador
Iscas artificiais e naturais capturadas no local

Pirarara

Varas de 50 a 80 libras
Linha monofilamento 0,60 a 0,80 mm
Carretilha ou molinete que caiba pelo menos 100 metros de linha
Anzóis 7/0 a 10/0 encastoados com cabos flexíveis compatíveis medindo aproximados 40 cm e giradores
Chumbadas 50 a 150 gramas (tipo azeitona grande)

Piraíba e Filhote

Varas de 80 a 120 libras
Linha monofilamento 0,80 a 1,00 mm
Carretilha ou molinete que caiba pelo menos 350 metros de linha. Ideal de 400 metros ou mais.
Anzóis 10 ou 12/0, encastoados com cabos flexíveis compatíveis medindo aproximados 40 cm e giradores
Chumbadas 50 a 150 gramas (tipo azeitona grande)





01 alicate pega-peixe
01 alicate de bico para remover garatéia ou anzol do peixe
01 alicate de corte
Tubo para transporte de varas (ideal 1 para cada 2 pescadores).
01 faca pequena ou canivete
Capa de chuva, roupas leves, boné ou chapéu com protetor de nuca
Medicamentos de uso comum (analgésicos, antitérmicos, antialérgicos, antiácidos,) e materiais de assepsia (gazes, esparadrapos, antissépticos, álcool e algodão)
Óculos polarizados
Tênis confortável
Protetor solar fator 50 ou mais
Repelente
Lanterna




Central de reservas
(62) 3223-3508
08:30 ÁS 17:30 | SEG A SEX
Recepção do hotel
(62) 3223-0223
Devido a Piracema, entre "Novembro e Fevereiro" atenderemos nos contatos de nossa Central de Reservas, em horário comercial